Águas do Paraíba responde ofício do vereador Cláudio Andrade e afirma que vai investir em Guarus

Concessionária garante que vai investir em coleta e esgotamento sanitário em toda margem esquerda do Rio Paraíba do Sul (grande Guarus) mas vereador quer saber em quais locais dentro de Guarus

A concessionária Águas do Paraíba tinha até a próxima sexta-feira 18, para responder o ofício do vereador Cláudio Andrade, enviado no último dia 3, cobrando os investimentos que serão realizados na cidade de Campos, após decreto do poder executivo autorizando o reajuste da cota mínima da cobrança de água e esgoto no município, porém, nesta quarta-feira, 16, a empresa encaminhou resposta ao gabinete do parlamentar.

Dentre vários esclarecimentos, a concessionária informou que este ano vai investir 70 milhões de reais no município e ainda inaugurar a oitava estação de tratamento de esgoto e esta, estaria localizada à margem esquerda do Rio Paraíba do Sul. No ofício não foi informado o local exato da obra. Outra informação contida no documento de resposta da empresa é que o reajuste anual não é aleatório e segue uma forma paramétrica, estabelecida para o contrato de concessão e a variação leva em conta os percentuais de aumento encontrados nos insumos que mais impactam nos custos do serviço como, energia elétrica e produtos químicos. Ainda segundo resposta da empresa, Campos está entre as três cidades de todo o estado em saneamento e entre as 35 de todo país.

Para o vereador Cláudio Andrade, as respostas são válidas mas ainda devem ser mais precisas.

“Agradeço a empresa pela resposta mas vou encaminhar outro ofício solicitando que a mesma especifique quais serão as comunidades que serão beneficiadas com esses investimentos. Assim, os moradores desses bairros vão poder aguardar e entender de que forma serão beneficiados com o reajuste autorizado pelo executivo. Vamos continuar encaminhando através de ofícios as demandas da população de forma individualizada. A primeira será uma resposta para os moradores do bairro Vila Manhães, que sofrem com esgoto a céu aberto, assim vamos tendo respostas e cobrando prazos e medidas mais efetivas da empresa”, disse Andrade.