Paralisação e manifestação em SFI

Mais de 500
manifestantes percorreram em passeata pela Avenida Principal de  SFI até a frente da Câmara municipal onde aconteceu a
manifestação por cerca de uma hora. A paralisação será de 72 horas e tem
segundo o presidente do sindicato dos servidores municipais, Cirábio Ramos, o
objetivo de sensibilizar o chefe do executivo e os vereadores quanto aos baixos
salários, descumprimento do Piso nacional do magistério, a inexistência do vale
transporte para os servidores entre outras reivindicações. 
Segundo informação
ainda do presidente da Entidade Sindical, o procurador do município, concedeu
entrevista na rádio local dizendo que o poder executivo está aberto ao diálogo
das negociações. Outra informação é que pelo menos cinco escolas no município
estão totalmente fechadas e as demais parcialmente. Também a maioria das
creches em quase sua totalidade de professores aderiu à greve, permanecendo
funcionando precariamente com o pessoal de apoio e professores de contratos
temporários.
 Aderiram também à paralisação, funcionários da obras,
fisioterapeutas, odontólogos e funcionários da saúde. Segundo avaliação do
presidente, a manifestação foi um sucesso e, a maior vitória do sindicato foi
quebrar um tabu no município que vinha sendo imperado pela secretaria de
educação que os funcionários não teriam coragem de paralisar suas atividades
laborais. “Esta paralisação será a primeira de muitas”, afirmou Cirábio Ramos.
Share

LEIS CLÁUDIO ANDRADE • 1 – Lei nº 8.750, de 11 de maio de 2017, que dispõe sobre a obrigatoriedade de ser franqueado ao consumidor o acesso à cozinha e outras dependências de restaurantes, hotéis e similares no Município de Campos dos Goytacazes. • 2 – Lei nº 8.760, de 29 de junho de 2017, que dispõe sobre a obrigatoriedade de hotéis e estabelecimentos similares oferecerem desjejum apropriado a diabéticos e celíacos no Município de Campos dos Goytacazes. • 3 – Lei nº 8.775, de 20 de outubro de 2017, que estabelece uma política de Combate à Corrupção e a impunidade de agentes públicos no âmbito Municipal e cria o Dia Municipal de Combate à Corrupção. • 4 – Lei nº 8.788, de 30 de outubro de 2017, que Institui no Calendário de Eventos de Campos dos Goytacazes, a Semana de Conscientização Sobre a Alergia Alimentar, realizada anualmente, na terceira semana do mês de Maio. • 5 – Lei nº 8.806, de 21 de dezembro de 2017, que dispõe sobre a proibição do uso, no Município de Campos de produtos, materiais ou artefatos que contenham quaisquer tipo de amianto ou outros minerais que, acidentalmente, tenham fibras na sua composição. • 6 – Lei nº 8.808, de 21 de dezembro de 2017, que dispõe sobre a Política de Valorização à Vida e cria a Semana de Prevenção ao Suicídio. • 7 – Lei nº 8.835, de 22 de maio de 2018, que dispõe sobre atendimento prioritário para pessoas que realizam tratamento de quimioterapia, radioterapia, hemodiálise ou utilizem bolsa de colostomia, no Município de Campos dos Goytacazes. • 8 – Lei nº 8.838, de 23 de maio de 2018, que dispõe sobre a utilização de mensagens educativas informando o uso indevido de álcool, entorpecentes e de cigarros em shows, eventos culturais, esportivos e similares que sejam voltados para o público infanto-juvenil. • 9 – Lei nº 8.856, de 24 de outubro de 2018, que cria a medalha de mérito evangélico. • 10 – Lei nº 8.864, de 22 de novembro de 2018, que dispõe sobre a obrigatoriedade da apresentação da caderneta de vacinação da criança e do adolescente no ato da matrícula e da rematrícula escolar no município de Campos dos Goytacazes • 11 – Lei nº 8.883, de 17 de dezembro de 2018, que proíbe informes de qualquer natureza em estacionamentos ou similares com dizeres que isentem estabelecimentos comerciais, supermercados, shoppings ou congêneres da responsabilidade por danos materiais e/ou objetos deixados no interior do veículo, no Município de Campos dos Goytacazes e dá outras providências. • 12 – Lei nº 8.904, de 09 de maio de 2019, que dispõe sobre a obrigatoriedade dos estabelecimentos comerciais e financeiros no âmbito do Município de Campos dos Goytacazes oferecer atendimento diferenciado para pessoas com deficiência auditiva e dá outras providências. • 13 – Lei nº 8.945, de 24 de outubro de 2019, que institui a Semana de Conscientização e Prevenção à Alienação Parental e dá outras providências.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.